Item 0014 - Letter, from Edward Grey (Lord Grey of Fallodon)

Zona do título e menção de responsabilidade

Título próprio

Letter, from Edward Grey (Lord Grey of Fallodon)

Designação geral do material

Título paralelo

Outra informação do título

Título e menções de responsabilidade

Notas ao título

Nível de descrição

Item

Entidade detentora

Código de referência

CA ON00239 F00596-S01-f0030-0014

Zona de edição

Menção de edição

Menção de responsabilidade da edição

Zona de detalhes específicos de materiais

Menção da escala (cartográfica)

Menção da projecção (cartográfica)

Menção das coordenadas (cartográfico)

Menção da escala (arquitectura)

Autoridade emissora e denominação (filatélica)

Zona de datas de criação

Data(s)

  • 23 Mar. 1915 (Produção)
    Produtor
    Grey, Edward

Zona de descrição física

Descrição física

2 p.

Zona dos editores das publicações

Título próprio do recurso continuado

Títulos paralelos das publicações do editor

Outra informação do título das publicações do editor

Menção de responsabilidade relativa ao editor do recurso contínuo

Numeração das publicações do editor

Nota sobre as publicações do editor

Zona da descrição do arquivo

Nome do produtor

(25 Apr. 1862-7 Sep. 1933)

História biográfica

Edward Grey, 1st Viscount Grey of Fallodon, better known as Sir Edward Grey (prior to his elevation to the peerage he was the 3rd Baronet Grey of Fallodon), was a British Liberal statesman and the main force behind British foreign policy in the era of the First World War. An adherent of the "New Liberalism", he served as foreign secretary from 1905 to 1916, the longest continuous tenure of any holder in that office. He renewed the 1902 alliance with Japan in 1911. The centerpiece of his policy was a defense of France against German aggression, while avoiding a binding alliance with Paris. He supported France in the Moroccan crises of 1905 in 1911. Another major achievement was the Anglo-Russian entente of 1907. He resolved an outstanding conflict with Germany over the Baghdad railway in 1913, but successfully convinced the cabinet that Britain had a obligation and honor to defend France, and prevent Germany from controlling Western Europe in August 1914. Once the war began, there was little role for his diplomacy; he lost office in December 1916. He was a leading British supporter of the League of Nations. He is remembered for his "the lamps are going out" remark on 3 August 1914 on the outbreak of the First World War. He signed the Sykes-Picot Agreement on 16 May 1916. Ennobled in 1916, he was Ambassador to the United States between 1919 and 1920 and Leader of the Liberal Party in the House of Lords between 1923 and 1924.

História custodial

Âmbito e conteúdo

Item is a handwritten letter signed by the hand of the author.

Zona das notas

Condição física

Fonte imediata de aquisição

Organização

Idioma do material

  • inglês

Script do material

Localização de originais

Disponibilidade de outros formatos

Restrições de acesso

Termos que regulam o uso, reprodução e publicação

Instrumentos de descrição

Materiais associados

Materiais relacionados

Ingressos adicionais

Identificador(es) alternativo(s)

Zona do número normalizado

Número normalizado

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso - Nomes

Pontos de acesso de género

Zona do controlo

Descrição do identificador do registo

Identificador da instituição

Regras ou convenções

Estatuto

Final

Nível de detalhe

Máximo

Datas de criação, revisão ou eliminação

Idioma da descrição

Script da descrição

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Locais relacionados

Géneros relacionados

Depósito físico

  • Pasta: 2110, Box 2, File 13, Item 14